Instruções e Dicas

4 TIPOS DE TELHAS E SUAS VANTAGENS E DESVANTAGENS

A escolha do telhado certo é muito importante para a eficiência do ambiente interno e deve levar em consideração mais do que o preço ou a aparência. Dessa escolha dependerá o quanto cada cômodo do imóvel será confortável, assim como a conservação de toda a estrutura.
Existem diferentes tipos de telhas no mercado, variando tanto no que diz respeito aos materiais quanto no formato. Antes de optar por uma dessas possibilidades, é necessário pensar em aspectos como durabilidade, estrutura, inclinação, sustentabilidade, resistência ao clima e se ela permite a adequação ao código de construção local. Só após avaliar esses fatores, questões como preço e estética devem ser também levantados. Diante disso, vamos te apresentar alguns tipos de telhas e suas características.

1. TELHAS DE CERÂMICA (ARGILA)

A telha de cerâmica é muito tradicional, presente inclusive em construções mais antigas. Seu principal benefício é a beleza, apresentando diferentes possibilidades de formato e efeitos. É um material durável, resistente ao fogo, de baixa manutenção e que possibilita diferentes inclinações, mesmo as mais íngremes.
A desvantagem desse tipo de telha é a sua fragilidade, pois pode se quebrar facilmente. Por ser pesada, ela exige que a estrutura do telhado seja muito reforçada. A telha também absorve um pouco de água e sua resistência ao vento e tempestades é mediana. Fora isso, é um material caro.

2. TELHAS DE PVC (PLÁSTICO)

A telha de PVC ou plástico é um material mais recente, com inúmeras possibilidades de formato. É relativamente durável e de baixa manutenção. A maioria dos modelos são leves, possibilita diferentes inclinações e são resistentes ao fogo e vento. É um material mediano, uma opção barata em relação à telha de cerâmica, mas com menor durabilidade e eficiência térmica.

3. TELHAS DE CONCRETO

As telhas de concreto são recentes no mercado brasileiro. Assim como as de PVC, elas são uma opção mais barata que a cerâmica, mas que apresentam uma estética parecida. Ela absorve menos água que a telha de cerâmica, mas como é mais porosa, exige manutenção em intervalos de tempo mais curto. É uma telha com boa durabilidade e eficiência térmica, mas também é pesada e pode quebrar.

4. TELHAS DE AÇO

As fichas de EPI é a forma de registrar e controlar a entrega dos equipamentos de proteção, o que será importantíssimo para a empresa em casos de ações judiciais. Por isso, faça o correto preenchimentos das fichas na hora da entrega dos equipamentos, registrando devidamente e com todos dados solicitados, evitando problemas futuros. A durabilidade do aço também é interessante, particularmente no caso do aço galvanizado, que além de durável, é resistente ao clima e eventos ambientais. O custo-benefício, especialmente considerando fatores como manutenção, pode ser melhor do que outros materiais, pois não apresenta o risco de quebrar ou se desintegrar e não absorve umidade, além de contar com um material 100% reciclável. A telha de aço possibilita todos os tipos de inclinação e sua única desvantagem é quando ela não é termoacústica, sendo, neste caso, mais indicada para áreas externas. Os modelos de telhas que selecionamos  são aqueles que acreditamos apresentar o melhor custo-benefício do mercado, com ênfase para as telhas metálicas, que também conferem um visual moderno ao imóvel e tem sido motivo de valorização no mercado imobiliário. Talvez você ainda não conheça os inúmeros benefícios e possibilidades das telhas sanduíche, mas isso não é um problema, entre em contato conosco que iremos apresentar todos os benefícios relacionados a elas.